Boas práticas em mídias sociais: Casos de sucesso

Um dos grandes desafios de qualquer pessoa que queira divulgar um produto ou serviço por meio das redes sociais é como se portar diante dos usuários da rede, ou seja, o seu público-alvo. No caso dos órgãos públicos, isso se mostra um desafio por vezes um pouco maior, pois vivemos tempos tempestuosos na política: escândalos de corrupção, investigações que se arrastam por anos e reformas polêmicas em análise. Nesse cenário, como construir uma página que dialogue com os cidadãos?

Dentro desse contexto, nós, do Laboratório Hacker, promovemos no dia 11 de maio um debate para discutir as boas práticas em mídias sociais por órgãos públicos. O evento contou com representantes do Senado Federal, Conselho Nacional do Ministério Público e Exército Brasileiro em um bate-papo descontraído onde foram abordados os desafios de se gerenciar as páginas nas redes e os relatos de experiências de sucesso das instituições.

O tenente-coronel Paulo Sousa (foto abaixo) falou sobre gerenciamento de crises e como a página do Exército no Facebook inovou, deixando de lado o conservadorismo em prol da diversidade, chegando a bater a marca de 3,5 milhões de seguidores com postagens de grande alcance e engajamento. “O foco do trabalho de toda a equipe é que as redes sociais sejam um canal de comunicação com a sociedade”, destacou Sousa, enquanto explicava as mudanças realizadas para que as redes sociais pudessem alcançar a impressionante marca.

Paulo Souza (a direita) fala sobre a página do Exército

Já pelo Senado, Jéssica Macêdo, do núcleo de mídias sociais, contou sobre o caminho de sucesso da página institucional no Facebook, explicando, em detalhes, como sua equipe conseguiu aumentar de 100 mil para 3 milhões o número de seguidores usando apenas divulgação orgânica, ou seja, sem gastar um centavo com anúncios patrocinados. “A estratégia é tentar conversar com o cidadão de forma transparente e isso faz com que ele venha e engaje-se com nossas redes”, indicou Jéssica, que também destacou medidas para gerenciamento de crises nas mídias sociais.  

Um caso bastante curioso e interessante veio da palestra da chefe da Divulgação Institucional do Conselho do Ministério Público, Luana Loschi, que explicou o trabalho desenvolvido com o personagem fictício João Cidadão. O grande desafio da página do Facebook, que conta com mais de 100 mil seguidores, é tentar mostrar aos brasileiros seus deveres e direitos, usando-se de uma linguagem atual e, porque não, informal. “Apresentamos informações de interesse público, com irreverência”, comentou Luana.

O evento também contou com a presença do especialista em redes sociais Fábio Malini, professor de mídias digitais do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Espírito Santo. Ele é o coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cultura, onde desenvolve pesquisas sobre ciência de dados, mídias digitais, movimentos sociais e redes.

Como é de praxe, transmitimos o evento ao vivo pelo YouTube e vários seguidores das nossas redes enviaram perguntas, sendo algumas prontamente respondidas em um bate-papo descontraído e muito rico em conhecimento para todo cidadão interessado em acompanhar os modelos e boas práticas usados atualmente no serviço público.

Bateu a curiosidade para conhecer as dicas do Paulo, da Jéssica e da Luana? Clique no link acima e aproveite! Depois, deixe também seu comentário aí pra gente, pois já estamos animados, pensando em uma possível segunda edição desse evento… ;)

 

Luciano Vellasco

 

0 comentário em “Boas práticas em mídias sociais: Casos de sucesso

Deixe um comentário: